Em julho de 2013, um projeto de vídeo e fotografia surge trazendo pessoas tomando banho. Nas imagens em preto e branco, as pessoas nuas se molhavam e se lavavam em um chuveiro comum, em um banheiro comum. Como único plano de fundo, os ladrilhos do banheiro. E como plano principal, a nudez.

Os vídeos trazem a produção em doc (documentário) do projeto, e depoimentos das pessoas que se dispuseram a participar do “banho”. Banho esse que demonstravam claramente a quebra ou tentativa da ruptura sobre os padrões de beleza e corpo, a sobreposição entre o sexo e o sexual e a fragilidade dos estereótipos.

O Projeto Limpo, idealizado pelas paranaenses Tays Villaca (26) e Maiara Barros (23), logo ganhou grande repercussão nas redes sociais. Lançado nas plataformas tumblr e youtube, foi compartilhado, comentado e a recebeu alcance nacional, chegando a ser reportado por redes de televisões e a ser estudo na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), e compartilhado pelo cartunista Carlos Latuff.

Conversamos com a publicitária Tays Villaca sobre a construção e os planos futuros do Projeto Limpo.

N2: O que é o Projeto Limpo e como surgiu a ideia?

Tays: O projeto tem dois anos de existência e foi iniciado no começo do ano de 2013 e lançado dia 1 º de Junho de 2013.  Ele foi um projeto de vídeo e fotografia documental, para desconstruir os padrões de beleza impostos. Na época que criamos o projeto eu e a Mai (Maiara) estávamos sentadas na varanda da casa dela, e na câmera digital dela haviam fotos dela no banho tiradas por sua irmã. Após as brincadeiras e risos, conversamos sobre a possibilidade de um projeto que envolvesse mais pessoas, e que tivesse a proposta de combater os estereótipos do corpo.

Utilizamos o banho que era algo puro e natural do dia a dia, junto com a exposição do corpo para naturalizar as poses dos modelos e não tornar o nu sexual, mas sim poético.

Utilizamos o banho que era algo puro e natural do dia a dia, junto com a exposição do corpo para naturalizar as poses dos modelos e não tornar o nu sexual, mas sim poético.

N2: Como foi a preparação do projeto, escolha das pessoas, e a execução?

Tays: Buscamos os amigos próximos e postamos no facebook, procurando pessoas interessadas. Quando fechamos 20 pessoas paramos as buscas. A gente procurava mesmo a galera que queria passar por essa experiência, sem forçar e sem procurar corpos específicos. E a execução foi muito bacana, tanto para o pessoal que estava participando quanto para nós que estávamos atrás da câmera.

Lidar com a timidez a vergonha e o constrangimento foi algo muito interessante, e isso foi tudo retratado nos nossos teasers onde achamos importantíssimo gravar o depoimento dessas pessoas, depois da experiência. 

Lidar com a timidez, a vergonha e o constrangimento foi algo muito interessante, e isso foi tudo retratado nos nossos teasers onde achamos importantíssimo gravar o depoimento dessas pessoas, depois da experiência.

N2: Como se deu a divulgação e repercussão?

Tays: A divulgação foi feita por facebook e blogs. E o retorno foi ótimo. Tivemos alcance nacional. Graças ao blog Mistura Urbana, a Maria Preta e a RICTV Record, que se interessou em publicar uma matéria sobre a gente. Lembro que uma amiga minha até comentou que sua professora trabalhou o nosso projeto em sala de aula e ela, na época, cursava Ciências Sociais na UFMT no Mato Grosso. O Cartunista Carlos Latuff também compartilhou na sua fanpage um dos teasers do projeto. Retorno financeiro ou de entidades culturais que tentamos não tivemos, mas mesmo assim tudo que aconteceu foi gratificante.

N2: Vocês fizeram exposição, tiveram patrocínio?

Tays: A exposição foi somente online, se houvesse patrocínio seria muito bom, daria para incluir mais pessoas, uma equipe técnica e tudo mais.

N2: E quais os planos para o futuro do Projeto Limpo?

Tays: Agora a Maiara está em Curitiba e eu em Cascavel, como o projeto foi idealizado por nós duas, pela distância fica difícil, mas não impossível. Penso em continuar com o projeto de uma forma mais estruturada, com equipamento e iluminação, e claro, mais técnica graças ao tempo.

Conheça o Projeto Limpo pelo tumblr, e veja o primeiro teaser do doc:

Fotos: Divulgação Projeto Limpo/ Tays Villaca

Related Posts

Comentários

Comentário