Uma das cidades mais receptivas à população LGBT no mundo, San Francisco, nos Estados Unidos, está fazendo história ao oficializar a primeira matéria de Ensino Médio voltada aos estudos LGBT.

A escola Ruth Asawa San Francisco School of Arts vai oferecer, a partir da volta às aulas no país, em setembro, uma disciplina que aborda a história e a literatura LGBT, terminologias e a forma como é retratada pela mídia.

A professora da futura matéria, Lyndsey Schlax, usou o Facebook oficial da escola para manifestar a sua felicidade em participar deste momento histórico do país, “estou muito empolgada para lecionar essa disciplina, porque os estudantes deveriam aprender essas histórias, são as histórias deles. Com os estudos LGBT, os alunos vão aprender sobre a legislação, como ser um bom aliado e a história que formou San Francisco e a comunidade LGBT”.

Segundo a professora, 28% dos estudantes da escola se identificam como gays, lésbicas, bissexuais e transexuais ou estão questionando sua própria orientação sexual ou identidade de gênero. “Tudo isso em um momento que é um divisor de águas – há tanta coisa em mudança nos EUA e no mundo para as pessoas LGBT. Não poderia estar mais animada!”, complementa.

A cidade de San Francisco lidera a lista de habitantes LGBT entre as regiões metropolitanas dos EUA, em porcentagem. De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia (UCLA), quase 100 mil pessoas são membros da comunidade LGBT, o que corresponde a 15,4% da população total da cidade.

A Califórnia também é o estado com o maior número de habitantes que se identificam como homo, bi ou trans. Segundo a pesquisa National Health Interview Survey (NHIS), que reuniu dados de todo o país, existem 38 milhões de indivíduos LGBT morando no estado.

Fonte: Pop.com/ Foto: Divulgação Ruth Asawa San Francisco School of the Arts

Related Posts

Comentários

Comentário