Na semana passada, estreou no Brasil a nova animação do livro de Antoaine de Saint-Exupéry “O pequeno Príncipe”, tão famoso e aguardado, o longa não decepcionou o público mais crítico. Elogiado no Festival de Cannes, o filme dirigido por Mark Osborne acompanha a história de uma pequena menina que aguçada pela curiosidade por uma hélice de avião que cai em seu quarto, e a leva a ter  uma com seu vizinho, um senhor (Saint-Exupéry) que lhe conta a história do Principezinho que vive em um asteroide.

O Pequeno Príncipe é um dos personagens mais cativantes de todos os tempos, pois nos convida a enxergar, com sua pureza e meiguice, os presentes que a vida nos oferece diariamente, mas você já se perguntou o que há de mais marcante no principezinho? Seriam seus olhos claros, ou a doçura deles? Seriam seus cabelos louros, ou a leveza deles ao vento?

A fotógrafa Mari Merlim imaginou um Pequeno Príncipe negro, com cabelos encaracolados, nas dunas de Florianópolis, e o resultado foi uma exposição de fotos com os mesmos sentimentos de pureza, doçura e amor do menininho intergaláctico.

Related Posts

Comentários

Comentário