O Bispo Edir Macedo, empresário e líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, afirmou em seu programa diário “Palavra Amiga do Bispo Edir Macedo”, na última quarta (12) que não tem nada contra os homossexuais, e ainda afirmou que “nem Deus faria isso”.

O dono da Rede Record criticou a postura de algumas denominações e pastores evangélicos como Marco Feliciano e Silas Malafaia dizendo que “no tempo de Jesus, já haviam homossexuais e que ele não disse nada, e muito menos levantou uma bandeira contra o movimento”. Confira abaixo, na íntegra, as palavras de Edir.

“Nós da Igreja Universal do Reino de Deus, não impomos nada contra ninguém. Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento homossexual, contra lésbicas, etc, etc, etc. Eu me pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que ele faria, porque no tempo dele já havia homossexuais, lésbicas e etc. Jesus não falou nada. Jesus não levantou uma bandeira ‘olha vocês tem que falar contra o homossexualismo, que é proibido, que não deve’, nada disso. Eu não vou me envolver, eu não vou falar, eu não vou levantar bandeira, eu não vou criticar uma pessoa porque ela é homossexual, porque ele vai casar com outro homem, ou uma mulher que vai casar com outra mulher. Isso é problema deles. Deus nos deu o direito de escolher, de optar a nossa vida. Cada um segue a sua fé, se a pessoa tem fé de ser homossexual, o problema é dela. É uma situação pessoal, não sou eu que vou impor a minha fé pra ela, de forma nenhuma. Nem Deus faz isso. Deus não faz isso”.  

Edir Macedo surpreendeu ao ir contra corrente de outras denominações religiosas, evangélicas e até mesmo da Igreja Católica e se âncora do grupo de religiosos abertos, que respeitam a sexualidade alheia e não dissemina ódio “em nome de Deus”.

Ouça aqui abaixo o áudio do programa. A declaração está à partir de 20:44. 

Related Posts

Comentários

Comentário