Foi liberado nesta terça-feira, o primeiro trailer de A garota dinamarquesa, filme em que o vencedor do Oscar Eddie Redmayne vive a transexual Lili Elbe. Após levar o Oscar por interpretar Stephen Hawking em “A Teoria de Tudo”, Eddie já assumiu outra transformação desafiadora nas telonas.

Lili Elbe é conhecida por ser a primeira mulher transexual a realizar a cirurgia de redesignação sexual, no ano de 1931. A trama vai abordar a relação dela com a ex-esposa Gerda (Alicia Vikander), que a ajudou a descobrir quem realmente era.

lily-elbe

Einar e Gerda Gewener são um casal de ilustradores unidos desde o começo do século XX, onde se casaram jovens, ele com 22, ela com 19, quando ainda estudavam na escola de arte de Copenhague. Einar foi um paisagista de renome (ganhou o prêmio Neuhausens em 1907), e as delicadas ilustrações de Gerda mostrando jovens damas cheias de glamour aparecem habitualmente na Vogue francesa e na La Vie Parisienne.

Um casal invejável e muito bem sucedido, quando em uma tarde, uma das modelos de Gerda não aparece no ateliê e Einar se voluntaria para ajudá-la e coloca um vestido de seda que se transforma numa revelação vital. Sente-se tão à vontade com a roupa que decide passar a se vestir de mulher e a posar habitualmente desse jeito para sua esposa, passando a se  vestir assim durante algumas viagens à França e à Itália, até se instalarem definitivamente em Paris.

Einar abandona a até então, personalidade masculina e se apresenta ao mundo como Lili, a irmã de Gerda, que mantém aventuras com outras mulheres, e juntos, dão festas selvagens para o mundo artístico parisiense dos anos 1930, onde decidiu realizar a primeira cirurgia de readequação de sexo, estabelecendo uma amizade com o médico Kurt Wanekros, da clínica para mulheres de Dresden, e, saindo da casa que compartilhava com Gerda, mudando-se para Berlim, onde iniciaria uma série de operações (cinco ao todo) para redefinir seu gênero.

Desfez-se dos testículos e recebeu o implante de ovários de uma mulher de 26 anos, algo totalmente revolucionário na medicina da época. Seu corpo rejeitou os órgãos, o que a obrigou a passar por outras duas cirurgias corretivas.

Elbe, depois da primeira operação, decidiu sepultar o nome masculino com o qual havia sido conhecida, e para isso contou com o beneplácito de Gerda na tarefa de apagar todos os vestígios de Einar Gewener. O casal solicitou ao rei da Dinamarca que anulasse seu casamento, e o monarca não só aceitou como também concedeu a Lili Elbe um passaporte compatível com a sua nova identidade. Lili morreu aos 50 anos, dois dias depois da sua quinta operação. Gerda voltou a se casar, com um militar italiano de quem se divorciaria poucos anos depois.

Anos atrás surgiu os rumores de que Nicole Kidman seria a protagonista como Einar/Lili, tendo Charlize Theron no papel de Gerda. A expectativa pelo filme e a divulgação das fotos de Redmayne vestido de mulher vem recebendo uma série de críticas por não apostar em uma atriz transexual para dar vida a Lili Elbe.

Eddie-Redmayne-Danish-Girl-Set-Pictures

Em uma recente entrevista ao Telegraph, Radmayne disse que “existe uma discussão muito válida sobre por que uma atriz trans não interpreta este papel, pois realmente há muitíssimas atrizes brilhantes, e estou convencido de que muitas o fariam de forma sensacional”. Redmayne, no entanto, evoca o período histórico do filme para validar sua escolha: “Uma das complicações é que hoje em dia há hormônios, e muitas mulheres trans tomaram hormônios. Nesse papel é preciso interpretar um lado masculino sem hormônios, e é um assunto que discutimos muito, porque naquele tempo não havia hormônios [sintéticos]”.

Dirigido por Tom Hooper, o mesmo que fez Redmayne cantar em “Os Miseráveis” e que deu a Colin Firth a chance de ganhar um Oscar no papel de George VI em “O Discurso do Rei”, The Danish Girl (título original) será exibido, pela primeira vez, no Festival de Veneza e já está sendo cotado para próxima a temporada de premiações. O longa baseado no romance “A Moça de Copenhague”, de David Ebershoff, estreia nos Estados Unidos em 27 de novembro, e tem previsão de estreia no Brasil, para fevereiro de 2016.

Assista ao trailer de “A garota dinamarquesa”:

Related Posts

Comentários

Comentário