A noite do Emmy foi uma série de grandes e emocionantes surpresas e comemorações. Domingo, 20, entrou pra história premiando séries trabalhadas na diversidade. E a estrela da noite foi norte-americana Viola Davis, que interpreta Annalise Keating do seriado ‘How to Get Away With Murder’, que se tornou a primeira atriz negra a ganhar um Emmy na categoria de Atriz Principal em Série Dramática.

O discurso da atriz sobre inclusão emocionou todos os presentes “Na minha mente, eu vejo uma linha. E além desta linha, eu vejo campos verdes, flores adoráveis e lindas mulheres brancas com seus braços estendidos na minha direção. Harriet Tubman disse isso em 1800. E deixe-me dizer algo agora: a única coisa que diferencia mulheres de cor de qualquer outra pessoa são as oportunidades. Você não pode ganhar um Emmy por um papel que simplesmente não existe”, pontuou.

A noite ainda premiou Jeffrey Tambor, como a transexual Maura, repetindo a dose do Globo de Ouro do início do ano e faturou prêmio de melhor Ator de Comédia por “Transparent”. A série também levou melhor Ator Convidado de Comédia com Bradley Whitford.

Uzo Aduba, a Suzanne ‘Crazy Eyes’ Warren’, de “Orange Is the New Black”, conseguiu um feito e tanto. A intérprete levou o prêmio de melhor atriz coadjuvante de drama pelo mesmo papel que ganhou no ano anterior como melhor Atriz Coadjuvante de Comédia.

“Game of Thrones” faturou melhor Drama e melhor Ator Coadjuvante de Drama, com Peter Dinklage. E Jane Lynch, lésbica assumida, ganhou o Emmy de melhor Apresentadora de Reality Show por “Hollywood Game Night”. Estes foram apenas os destaques dos principais prêmios que trouxeram a diversidade para ser merecidamente reconhecida. A lista completa dos vencedores está no site do Emmy.

Related Posts

Comentários

Comentário