A França começou a vender em farmácias um teste que responde em 15 minutos se a pessoa está infectada com o HIV. Com os kits, produzidos pela empresa farmacêutica AAZ-LMB, a pessoa recolhe uma amostra do próprio sangue e vê o resultado em 15 minutos.

Qualquer pessoa, sem receita médica e sem precisar se identificar, poderá comprar o kit que custa € 25, cerca de R$ 100. As autoridades da saúde esperam aumentar o número de diagnósticos, para que os portadores recebam o tratamento adequado, e diminuir a contaminação do vírus HIV

O teste indica que caso seja positivo, o usuário deverá procurar um centro de tratamento. É lembrado também que eles não são definitivos, uma vez que chega a ser necessário até três meses após o contato com o HIV para ele ser detectado no sangue.

O teste pode ser feito a partir do quinto dia em que a pessoa teve uma relação sexual não protegida, e nenhuma outra nesse intervalo. Mas, nesse caso, se der negativo, a recomendação é que a pessoa repita o exame três meses depois.

A venda do teste, que tem uma taxa de acerto de 99%, é considerada uma revolução pelos especialistas franceses. Na França, 150 mil pessoas vivem com o HIV, mas cerca de 30 mil desconhecem que são portadores do vírus, de acordo com estimativas das autoridades da saúde. O autodiagnóstico deve reduzir o número de contaminações e ajudar no controle da epidemia.

A França é o terceiro país a aprovar o autoteste de HIV. Antes dela, Estados Unidos e Reino Unido autorizaram kits semelhantes.

Related Posts

Comentários

Comentário