“Uso meu corpo, minha nudez, para fazer um manifesto pacifista e político na luta contra a homofobia”, é assim que a cantora Daniela Mercury apresenta a foto que ilustra seu novo álbum “Vinil Virtual” que tem previsão de lançamento para o dia 27 de novembro.

Dizer que a foto gerou polêmica pelas redes sociais seria chover no molhado. Tudo o que tange à sexualidade e ao corpo resulta em burburinho imediato, e Daniela foi além ao recriar a icônica capa da Rolling Stone de janeiro de 1981, quando John Lennon posou nu ao lado de sua esposa Yoko Ono.

3

A baiana posou ao lado da esposa Malu Verçosa, e segundo a cantora o disco é também uma espécie de manifesto. “Fiz uma capa linda que representa um manifesto feminista num momento em que as mulheres ainda precisam se afirmar. Através dessa capa, eu me conecto com John e Yoko em suas manifestações de paz e amor, contra qualquer tipo de violência. Cabe a nós, artistas, sermos os pacificadores, quebrando fronteiras e preconceitos”, explicou à Rolling Stone Brasil.

Ainda na entrevista, ela afirmou já ter recusado convites para posar nua. “Já fui convidada diversas vezes para posar nua para a [revista] Playboy e nunca quis. Agora, uso meu corpo, minha nudez, para fazer um manifesto pacifista e político na luta contra a homofobia”.

Related Posts

Comentários

Comentário