Nesta semana após uma longa jornada pelo Caribe e Pacífico, o HMCS Winnipeg, navio que tem uma tripulação de 250 pessoas, voltou a Victoria, uma das cidades mais charmosas do Canadá e localizada na ilha de Vancouver, e em seu momento tradicional em que os marinheiros são recebidos com um beijo de retorno, contou com uma participação, mais que especial.

O que houve de extraordinário nesta ocasião foi o beijo do militar da marinha canadense, Francis Legare, em seu namorado, Corey Vautour, depois de mais de oito meses no mar. Enquanto a multidão aplaudia os recem chegados, Legare saiu do navio e cumprimentou Vautour, que carregava um cartaz feito à mão dizendo: ‘Welcome Home Sailor’ (Bem-vindo ao lar, marinheiro). Então, com um abraço e um beijo, Legare e Vautour entraram para a história.

Esse momento foi assistido e comemorado com entusiasmo por quem acompanhava a chegada da tripulação, e o seu registro tem rodado o mundo através da internet. “Eu fiquei afastado por 255 dias, por isso é ótimo”, disse um Legare sorrindo. “Estou sem palavras.”

Veja também: VÍDEO COM CASAL GAY TESTA A HOMOFOBIA DOS ARGENTINOS

Legare, que é de Quebec, comprou bilhetes para o sorteio, que decide quem fica com o primeiro beijo e, para sua surpresa, ganhou. Ser o primeiro marinheiro com direito a beijo de retorno faz parte de uma antiga tradição, e é considerado uma honra na marinha canadense.

O privilégio é decidido por sorteio. Este beijo em especial é um sinal de que os tempos realmente estão mudando. E, mudando para melhor. “Eu acho maravilhoso, as Forças Armadas do Canadá abraçam todas as pessoas independentemente das suas preferências”, disse o comandante do HMCS Winnipeg, Jeff Hutchinson.

Assista ao momento emocionante de Francis Legare e Corey Vautour:

Related Posts

Comentários

Comentário