O drama Carol, que narra o romance entre duas mulheres em plena década de 50, foi eleito o melhor filme de temática LGBT da história pelo Instituto Britânico de Cinema. O longa foi “coroado” durante os 30 anos do Festival de Cinema LGBT de Londres.

Estrelado por Cate Blanchett e Rooney Mara, o longa recebeu seis indicações no Oscar 2016, mas não levou nenhuma estatueta. Na votação, que contou com a opinião de mais de 100 jurados, desbancou O Segredo De Brokeback Mountain e Weekend.

Veja também: STAR WARS PODERÁ TER SEU PRIMEIRO PERSONAGEM ABERTAMENTE GAY

Na trama, a jovem Therese Belivet (Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler) e também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.

O longa é uma adaptação do livro The Price of Salt, escrito em 1952 por Patricia Highsmith sob o pseudônimo de Claire Morgan. A direção ficou a cargo de Todd Haynes, que já trabalhou com Blanchett em Não Estou Lá, a produção traz também no elenco Kyle Chandler, Sarah Paulson, John Magaro e Carrie Brownstein.

Related Posts

Comentários

Comentário