Como o jornal britânico The Independet anunciou, o segredo mais mal guardado de Os Simpsons será revelado. O personagem de Smithers vai finalmente sair do armário.

O empregado leal do Mr. Burns falou aquilo que tinha guardado em seu peito fazia quase três décadas. Em episódio exibido neste domingo (3) nos Estados Unidos, o personagem assumiu para o seu patrão que é gay e que o ama.

Embora os fãs sempre tenham desconfiado, foi apenas em setembro de 2015 que o showrunner do desenho, Al Jean, confirmou a “suspeita”. Em entrevista ao site TVLine, ele afirmou na época: “Em Springfield a maioria das pessoas sabem que ele é gay, mas Burns obviamente não sabe disso”.

O roteirista Rob LaZebnik afirmou que escreveu o episódio “The Burns Cage” (“A gaiola Burns”, com trocadilho) para apoiar seu próprio filho, Johnny, de 21 anos, que é homossexual. “Sou um cara do Meio-Oeste [dos EUA], então não sou muito de deixar as emoções à flor da pele, mas eu pensei: ‘Teria um outro jeito melhor de dizer ao meu filho que o amo do que escrevendo um história sobre isso?'”

E seu filho agradeceu.”A revelação de que meu pai me ama não é nada mais do que uma revelação, felizmente. Ele é inacreditavelmente aberto. Somos o mais próximo que poderiam ser um pai hétero e um filho gay”.

Veja também: PARA ATOR DE GREY’S ANATOMY, “SAIR DO ARMÁRIO TE DEIXA MAIS FORTE”

AVISO: SPOILERS
A imprensa americana informa que, no episódio deste domingo, Smithers percebe que seu amor pelo sr. Burns não é correspondido. Isso acontece depois que eles fazem um salto de paraquedas, onde ele passa a contar com a ajuda de Homer e de outros funcionários da usina nuclear da qual sr. Burns é dono para encontrar um parceiro.

Eles então usam o aplicativo de encontros Grindr, voltado ao público gay, e convidam homossexuais para um sarau na casa da família Simpson. Lá, Smithers acaba se aproximando por um dos convidados.

Related Posts

Comentários

Comentário