Os criadores de Once Upon a Time, Adam Horowitz e Edward Kitsis, prometeram desde o início da quinta temporada que introduziriam o primeiro casal LGBT da trama.

Foi no episódio desse domingo (18) que finalmente aconteceu: Ruby (Meghan Ory) se envolveu em uma confusão em Oz e a Bruxa Malvada (Rebecca Mader) a colocou sob uma maldição do sono que só poderia ser quebrada pelo beijo do amor verdadeiro – no caso, o beijo de Dorothy (Tery Reeves).

“O beijo do amor verdadeiro tem sido um recurso nessa série desde o começo”, disseram os produtores à Entertainment Weekly. “Esse último episódio foi só mais um exemplo de como nos contos de fadas, assim como na vida, amor é amor”.

Veja também: JAMES FRACO VAI DIRIGIR FILME SOBRE VAMPIRAS LÉSBICAS

Os produtores ainda enfatizaram durante toda a quinta temporada que o episódio que revelaria o primeiro casal LGBT de Once Upon a Time não seria “um episódio especial”, e que eles não queriam fazer disso um evento.

“Nosso objetivo é fazer com que seja da forma como vemos na vida real – uma parte normal e do dia-a-dia, como deveria ser”, disseram.

Related Posts

Comentários

Comentário