A proposta inusitada de Doce Amianto é um risco, e se mostra um deleite de poesia, interpretação e arrebatamento. O trabalho do grupo cearense Alumbramento, narra a história de Amianto (Deynne Augusto), que permeia o universo trans, e ou, drag queen, sendo esta uma das sacadas geniais do longa, que após ser abandonada pelo homem que ama, isola-se em um mundo de fantasia e delírios, onde sua única amiga é Blanche (Uirá dos Reis), uma garota morta que a protege do além.

Uma mistura de ingenuidade e melancolia, Amianto tenta se reconectar com o mundo real, em uma história que logo de cara surpreende pela opção dos diretores Guto Parente e Uirá dos Reis em explorar bastante o binômio cores fortes e roupas bregas, e um diálogo declamado, como se os personagens estivessem em uma peça teatral atemporal.

doce amianto

Amianto e Blanche.

Essas são algumas das características que dão a Doce Amianto um ar de estranheza e singularidade. Pontos altos da produção brasileira, que instiga o seu espectador a relaxar e curtir a narração. Com um ritmo próprio, o filme por diversas vezes quebra a quarta parede e se dirige ao próprio espectador, como num convite para adentrar aquela realidade – e chega ao ponto de abandonar sua própria trama principal para contar outra, secundária e completamente diferente da original.

Veja também: 10 FILMES COM TEMÁTICA GAY QUE PRECISAM SER (RE)DESCOBERTOS

A duração do filme é uma outra faceta muito bem pensada. Com apenas 70 minutos, tempo exato para contar a história e não cansar o espectador, uma vez que a obra é peculiar e rebuscada para a sétima arte, Doce Amianto cumpre o papel de criar uma identidade visual e literária, destacando-se pela inquietude dos diretores e pela quebra do tradicional e do previsível.

O experimental se sobressai de uma maneira incrível e a perspicácia dos detalhes só realça os cuidados estéticos e as referências dos idealizadores do projeto. Um “conto de fadas diferente” é um elogio tímido a essa contação de história pós-moderna, exuberante e cheias de surpresas.

Related Posts

Comentários

Comentário