A homofobia significa aversão irreprimível, repugnância, medo, ódio,preconceito que algumas pessoas, ou grupos nutrem contra homossexuais, lésbicas, bissexuais e transexuais.

O que mais acontece é a homofobia fomentada e mantida por questões culturais e religiosas. Por exemplo, alguns católicos, protestantes, judeus, muçulmanos, e fundamentalistas assumem tendências homofóbicas. Apesar disso, mesmo entre estes grupos existem aqueles que defendem e apoiam os direitos da população LGBT por entenderem que todas as pessoas merecem os mesmo direitos e respeito.

De um modo geral, o atentado homofóbico que deixou 49 pessoas mortas na boate gay Pulse, em Orlando, no último fim de semana, voltou a acender o sinal de alerta em todo o mundo contra a homofobia e a maneira como os LGBT são tratados na sociedade.

Depois deste massacre, o maior a tiros da história dos Estados Unidos, as pessoas começaram a problematizar sobre a maneira como os pequenos gestos homofóbicos diários contribuem para que crimes assim aconteçam.

“Ou seja, chegou a hora de colocar a mãozinha na cabeça e rever tudo o que estamos fazendo que pode ser classificado como homofobia”, foi o que propôs o jornalista João Vieira, do portal Virgula, que criou um teste para verificar se você é homofóbico ou não. Vamos lá?! Só de você aceitar já diz muita coisa, e ainda você pode observar o comportamento daquele amigo do boteco, daquela colega da universidade, do rapaz que conta piadinhas machistas no trabalho…

(Clique aqui para iniciar o teste)

Related Posts

Comentários

Comentário