Duas transexuais foram expostas ao constrangimento ao tentar utilizar o banheiro feminino do supermercado Carrefour, Zona Sul de Natal, na noite desta sexta-feira (12). A presença das jovens foi questionada por uma senhora sobre a a utilização do espaço por transexuais que começou a discutir com elas.

O senhor que acompanhava a mulher no momento da discussão ameaçou de morte as jovens pelo uso do banheiro feminino. Em vídeo que foi gravado no momento da ação, o homem diz que se elas entrassem no banheiro feminino iriam levar “uma bala na cara” Em um trecho do vídeo, o homem diz: “Eu mato você ali dentro (se referindo ao banheiro feminino).

Segundo o relato nas redes sociais do estudante Willian Duarte, que tentou defende-las, o homem estava com uma faca e se não fossem as pessoas segurá-lo, algo pior poderia acontecer.

TRANSFOBIA NO BRASIL

O Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo. Entre janeiro de 2008 e março de 2014 foram registradas 604 mortes no país, segundo pesquisa da organização não governamental (ONG) Transgender Europe (TGEU), rede europeia de organizações que apoiam os direitos da população transgênero.

Em 2012, foram divulgadas na mídia 511 violações contra a população LGBT, destas 310 foram homicídios. De acordo com o documento, as travestis foram as maiores vítimas de violência homofóbica, sendo 51,68% do total; seguidas por gays (36,79%), lésbicas (9,78%), heterossexuais e bissexuais (1,17% e 0,39% respectivamente).

Na imprensa, a violência física à população LGBT é a mais relatada, com 74,56%; seguida pelas discriminações (8,02%), violências psicológicas (7,63%) e violência sexual (3,72%). Entre as violências físicas, os homicídios são os mais noticiados, com 74,54%, seguidos por lesões corporais (10,76%), latrocínios (6,82%) e tentativas de homicídio (7,87%).

O Supermercado Carrefuor de Natal ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto e o senhor do vídeo que ameaçava as jovens ainda não foi identificado.

Related Posts

Comentários

Comentário