Uma aluna resolveu perguntar ao professor Vitor Fernandes, do Rio de Janeiro, se ele era gay. A resposta poderia ser um “sim” ou “não” apenas, certo? Mas o professor resolveu ir um pouco além e usou a sua página do Facebook para abordar o assunto, que imediatamente, viralizou.

Com a pergunta da aluna, Fernandes resolveu rebater aos outros alunos perguntando os motivos que os levavam a questionar a sua orientação sexual. Tudo em uma conversa clara, aberta, e sem ofensas. Assim, ele pegou a oportunidade e aproveitou a aula para debater os estereótipos associados ao que é “ser homem heterossexual“.

Foi então que os alunos apontaram alguns comportamentos que acreditam mostrar a orientação sexual de uma pessoal. Imediatamente, o professor foi listando no quadro da sala de aula.

No dia 19 de setembro, Vitor relatou em sua rede social o ocorrido. Mais de 15 mil pessoas compartilharam e apoiaram a postura do professor e a postagem já tem mais de três mil comentários. De curtidas, já passam de 46 mil.

Veja a íntegra:

 

Related Posts

Comentários

Comentário