Nessas eleições municipais, 27 dos 377 candidatos LGBT e pró-LGBT (aliados) registrados por fontes ligadas à  ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) foram eleitos, sendo um deles, como prefeito de Itapecerica (MG), e uma prefeita aliada em Embu-Guaçu (SP).

No total, foram 11 candidatos e candidatas LGBT nas cidades de Campo Grande (MS), Cruz Alta (RS), Florianópolis (SC), Palmares (PE), Patos de Minas (MG), Pimenta Bueno (RO), Rio de Janeiro (RJ), São Joaquim da Barra (SP), São Paulo (SP) e Uberlândia (MG).

“As eleições municipais de 2016 deram grande visibilidade para questões LGBT não só nos grandes centros urbanos, como também nas cidades de médio e pequeno porte Brasil afora. Além das capitais, outras 145 cidades tiveram candidatos/as LGBT, espalhadas pela maioria dos estados”, salienta a ABGLT.

Esse levantamento das candidaturas LGBT é realizado pela Associação desde 1996, quando os candidatos/as assumidos não passavam de 10 em todo o país. Hoje, 20 anos depois houve 279 candidaturas LGBTs, representando um aumento de 2790%.

Na maioria dos casos, as questões ligadas a diversidade e garantia de direitos para a população LGBT foram tratadas com respeito e não foram utilizadas para prejudicar outros/as concorrentes nas eleições. As exceções notáveis foram as falas do prefeito eleito da cidade de Cascavel (PR), Paranhos (PSC) no último debate que antecedeu as eleições, quando afirmou que gays tinham que ficar longe de crianças e longe dos shoppings. E do candidato ao segundo turno da prefeitura de São Paulo, Marcelo Crivella (PRB), que após receber uma pergunta sobre “ideologia de gênero”(sic), falou qual é o seu conceito sobre família, e que a família LGBT não é contemplada nele.

O prefeito eleito de Itapecerica (MG) também teve sua casa pichada com frases homofóbicas durante as eleições.

A maioria dos candidatos/as que se elegeram são de partidos de esquerda, embora tenha se seguido também a tendência nacional de um movimento para o centro e com alguns/algumas candidatos/as de partidos de direita.

Segue abaixo a listagem com os eleitos, e aqui para conferir todos os candidatos (eleitos e não eleitos)
PREFEITO(A) E VICE-PREFEITO(A)

Maria Lucia de S Marques – PSB – Prefeita Aliada Embu-Guaçu-SP
Têko – PHS – Prefeito LGBT Itapecerica-MG

VEREADOR(A)

Bittencourt – PCdoB Aracaju-SE Aliado/a
Áurea Carolina de Freitas e Silva – PSOL Belo Horizonte-MG Aliado/a
Pedro Patrus – PT Belo Horizonte-MG Aliado/a
Valdir Gomes – PP Campo Grande-MS LGBT
Everlei Martins – PCdoB Cruz Alta/RS LGBT
Professora Josete – PT Curitiba-PR Aliado/a
Tiago Silva – PMDB Florianópolis-SC LGBT
Acrisio Sena – PT Fortaleza-CE Aliado/a
Guilherme Sampaio – PT Fortaleza-CE Aliado/a
José Iraguassu Filho – PDT Fortaleza-CE Aliado/a
Leonardo Giordano – PCdoB Niterói-RJ Aliado
Paulete – PEN Palmares-PE LGBT
Isaias Martins – PMDB Patos de Minas-MG LGBT
Jordana Ferreira – PSD Pimenta Bueno-RO LGBT
David Miranda – PSOL Rio de Janeiro-RJ LGBT
Fernando William – PDT Rio de Janeiro-RJ Aliado
Tieta – PSDB São Joaquim da Barra-SP LGBT
Adriana Ramalho – PSDB São Paulo-SP Aliado/a
Eduardo Suplicy – PT São Paulo-SP Aliado/a
Fernando Holiday – DEM São Paulo-SP LGBT
Mário Covas Neto – PSDB São Paulo-SP Aliado/a
Sâmia Bonfim – PSOL São Paulo-SP LGBT
Sonia Francine Gaspar Maromo – PPS São Paulo-SP Aliado/a
Pamela Volp – PP Uberlândia-MG LGBT
Nildma Ribeiro Lima – PCdoB Vitoria da Conquista-BA Aliado/a

Related Posts

Comentários

Comentário