Um adesivo lançado pela Fast Declas traz a imagem de uma figura com a bandeira dos Estados Confederados chutando um boneco preenchido com as cores da bandeira LGBT. Rapidamente o adesivo se popularizou e já é possível encontrar combinações com a frase ‘Trump 2016’ abaixo da figura.

Há ainda uma variedade de adesivo com o contrário. Um boneco com as cores da bandeira chutando o outro. E essas são descritas na loja on line como “Bandeira LGBT do arco-íris chutando a bandeira dos Confederados”.

screen_shot_2016-10-16_at_8-45-12_amOs adesivo não fazem referência direta aos debates, mas simbolizam os laços com o racismo, escravidão e preconceito, e esta luta que a eleição de Trump representa, principalmente no que diz respeito aos eleitores do candidato bilionário.

No início deste mês, o companheiro de chapa de Trump, candidato a vice-presidência, Mike Pence confirmou que pretende reverter algumas proteções das leis pró-LGBTs do presidente Obama.

Trump afirmou que iria “considerar” as nomeações para juízes da Suprema Corte no que diz respeito à revogação da igualdade do casamento homoafetivo e saiu em favor da lei anti-trans da Carolina do Norte, confirmando que assinaria um projeto de lei apoiando a permissão para a discriminação homofóbica em “caráter religiosa”. Segundo ele, “ninguém deve temer perseguição por causa de suas crenças religiosas profundamente enraizadas”.

Em uma investigação feita no mês passado, descobriu que Pence havia aprovado artigos homofóbicos quando era chefe da revista Indiana Policy Review na década de 1990, entre esses registros, há um editorial na edição de dezembro de 1993, onde critica o Wall Street Jounal por participar de uma feira de empregos para jornalistas homossexuais. No texto ele atacava que ser gay estava ligado a uma patologia e argumentava que os homossexuais seriam tendenciosos na cobertura jornalística.

Em outra edição ainda em 1993, ele atacou o presidente Bill Clinton por reformas que permitiam homossexuais no exército. “Os homossexuais não são como um grupo que podem ser representados. Eles são conhecidos por transportarem altas taxas de doenças provocadas por causa da natureza de suas práticas sexuais e promiscuidade que é uma marca registrada de seu estilo de vida”, escreveu.

Related Posts

Comentários

Comentário