J.K. Rowling, autora da bilionária saga Harry Potter, afirmou há alguns anos que um de seus personagens mais icônicos era gay. Alvo Dumbledore, além de ser o diretor de Hogwarts, a maior escola de magia e bruxaria do mundo (segundo a história), era também um dos personagens centrais de toda a trama.

Trabalhando na produção de “Animais Fantásticos e onde habitam”, spinoff de Harry Potter, J.K. afirmou que tanto Dumbledore quanto seu amante Grindelwald aparecerão na sequência de cinco filmes.

Tudo indica que essa aparição esteja relacionada ao fim da amizade e do duelo entres os bruxos, resultando na morte da irmã de Dumbledore e na derrota do outro bruxo, após este ter se inclinado à magia negra. Foi nesse duelo que Dumbledore também conseguiu a lealdade da Varinha das Varinhas (a principal Relíquia da Morte), fato importante no desenrolar da história de Harry mais no futuro.

Como todo bom fã de Harry Potter sabe, em um passado distante, tanto Dumbledore quanto Gellert Grindelwald possuíam comum interesses em reunir as Relíquias da Morte, tornando-se assim, grandes e inseparáveis amigos. Dumbledore tentava achar a Pedra da Ressurreição para trazer seus pais de volta à vida e Grindelwald possuía o interesse em formar um exército de “inferis” (uma espécie de zombie) para lutarem a seu favor durante sua ascensão como um dos piores bruxos das trevas na história de Harry Potter.

Contudo, durante a busca das Relíquias, a afeição de Dumbledore pelo outro bruxo se tornou em uma grande paixão. Cego pelo sentimento, Alvo acabou se deixando levar pelas manipulações de Grindelwald ao seu favor.

Com os dois aparecendo juntos na tela, será que vão nos mostrar o começo e o desenrolar desse relacionamento? O que nos resta fazer é esperar até o próximo dia 17 de novembro para ver o primeiro filme da saga “Animais Fantásticos e onde habitam”, trama que relata a vida de Newt Scamander, magizoologista e autor do livro didático de Hogwarts que batiza o nome da sequência de filmes.

Via: Viajay

Related Posts

Comentários

Comentário