Brian Anderson é um dos skatistas mais famosos e bem sucedidos do mundo. Em 1999, foi escolhido o skatista do ano pela revista Thrasher, referência na área e venceu o campeonato mundial.

No final do mês de setembro, ele assumiu a homossexualidade, e concedeu agora uma entrevista ao Vice Sports falando sobre assunto. Aos 40 anos ele conta como o esporte o pressionava em relação a sua orientação sexual.

“Meu nome é Brian Anderson, sou um skatista profissional, e nós estamos aqui para falar sobre o fato de que eu sou gay”. Assim começa o depoimento para o mini-doc. da Vice, “ouvir o termo ‘bicha’ o tempo todo fez com que eu pensasse desde muito novo que era muito perigoso falar sobre isso”, diz. “Se eu tivesse dito isso há 15 anos, a reação seria muito diferente.”

O esporte no qual o status está intimamente ligado à capacidade de atrair grandes patrocinadores, Anderson é apoiado por marcas como Spitfire e Nike. A “demora” em se assumir publicamente, mesmo após viver casos amorosos com outros homens, veio em parte da homofobia presente em grupos de skatistas desde a juventude.

Ainda na entrevista, ele conta que sente atração por homens desde criança, quando se sentia atraído pelo personagem Brutus, do desenho “Poppeye”. Ele afirma que nunca se sentiu particularmente atraído por skatistas, e que durante grande parte de sua vida pensou que poderia, em algum momento, passar a se sentir atraído por uma mulher e, a partir daí, constituir uma família.

Related Posts

Comentários

Comentário