Um homem homossexual de 75 anos afirma ter sido vítima de um ataque homofóbico vindo de um eleitor de Donald Trump, no município de Sarasota, na Flórida. Em entrevista a imprensa local, Chuck Redding afirma que foi perseguido até sua casa até ser atacado fisicamente.

Ele conta que estava voltando de carro da casa de um amigo quando percebeu que um carro o seguia. “O cara veio chegando perto demais de mim. Primeiro achei que era alguma pegadinha ou alguma brincadeira e depois percebi que era algo sério”, afirmou. Ele acredita que os adesivos de arco-íris em seu carro deixaram claro o fato dele ser gay.

“A porta estava aberta, ele me arrastou pra fora e rasgou minha camisa. Fiquei jogado no asfalto. Ele gritava frases como ‘Meu novo presidente disse que agora podemos matar essas bichas agora!!’ e me agredia”. Chuck foi deixado na estrada com ferimentos no braço e mão.

Para a publicação, Chuck afirma que essa é a primeira vez que sofre um ataque homofóbico. “Se eu pudesse agora, só sairia armado”. A polícia local de Sarasota está investigando o caso e procurando o agressor.

Related Posts

Comentários

Comentário