Tudo começou quando a Disney Channel exibiu o primeiro beijo gay de um desenho na animação Star vs. as Forças  o Mal”. Na cena, além de um beijo entre dois homens, há beijos de outros casais formados por homem e mulher; ou só por mulheres.

Os beijos fazem parte de um número musical chamado Apenas amigos. Segundo a Attitude, o episódio causou controvérsia entre os jovens americanos, mas por outro motivo: “muitos ficaram desapontados porque Star e Marco  não ficaram juntos no final”.

Quem, na verdade, ficou nervoso com esse beijo cheio de amor e diversidade foi o Silas Malafaia, que publicou um vídeo em seu canal no YouTube, promovendo um boicote à maior empresa de conteúdo infantil do mundo, a Disney.

E essa semana, o mundo inteiro foi ainda mais à loucura e a heterozada ficou mais nervosa porque o diretor do filme A Bela e a Fera, que irá estrear no dia 16 de março, revelou que a produção terá a primeira cena exclusivamente gay da Disney.

Os protagonistas, os britânicos Emma Watson e Dan Stevens, serão heterossexuais, mas o ajudante LeFou, braço-direito de Gaston interpretado pelo ator americano Josh Gad, aparecerá confuso em relação à própria sexualidade.

“LeFou é alguém que um dia quer ser Gaston e no outro dia quer beijar Gaston”, explicou o diretor Bill Condon à revista gay “Attitude”, em entrevista publicada no dia 1º de março. “Ele está confuso sobre o que quer. É alguém que está se dando conta de que tem esses sentimentos. É um momento legal e exclusivamente gay em um filme da Disney.”

Assista a reportagem completa produzida pelo Pink Popcorn sobre o assunto:

Related Posts

Comentários

Comentário