Segundo uma pesquisa realizada na Suíça, homens que se autodeclaram anti-gays teriam um interesse sexual baixo. Para chegar ao resultado, um grupo de pesquisadores da Universidade de Genebra reuniu 38 homens heterossexuais para avilarem suas atitudes em relação aos homossexuais.

Depois, pediram para que um deles observasse e classificasse 25 fotografias em uma escala de 1 a 9 (sendo 1 “muito desagradável” e 9 “muito agradável”). Das imagens apresentadas para os voluntários, 10 eram de casais heterossexuais, 10 de casais homossexuais, e 5 neutras.

interesse sexualEnquanto os participantes viam as fotos, os pesquisadores mediram a mudança no tamanho de suas pupilas, já que elas se dilatam de forma confiável em resposta às imagens que possivelmente os atrairia sexualmente de forma ampla, inclusive quando há forças tentando suprimir o desejo de forma consciente.

Os resultados, publicados na revista Journal of Sexual Medicine, mostraram que entre todos os participantes as pupilas se dilataram mais diante de imagens heterossexuais do que das imagens homossexuais.

No entanto, entre os homens homofóbicos foi observado que a mudança de tamanho era muito menos evidente, sugerindo uma falta de interesse diante de materiais sexuais em geral. “Teoricamente estes resultados reforçam a possibilidade de que a homofobia reflete preocupações sobre a sexualidade em geral”, comentaram os pesquisadores.

Anteriormente, os estudiosos já haviam realizado um estudo que sugeriu que alguns homens homofóbicos reagiam de forma positiva diante de imagens homossexuais, mas que costumavam passar menos tempo observando imagens relacionadas ao sexo do que os homens heterossexuais.

Este novo estudo foi realizado com o propósito de analisar se esta aparente falta de interesse era uma reação inconsciente por parte dos homens ou um esforço consciente, por isso suas reações foram classificadas por meio da dilatação das pupilas.

Mesmo com um número-amostra pequeno, a pesquisa serve para levantar questionamentos científicos que direcionem caminhos para se entender como a homofobia se faz dentro do pensamento das pessoas, e quais as consequências que as frustrações, ou desejos reprimidos podem ser apresentados  quando deixa o campo do pensamento e se refletem em comportamentos reativos.

Com informações do Pheeno

Related Posts

Comentários

Comentário