A tradicional “Câmera do Beijo” (Kiss Cams), da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL), que captura as pessoas nas arquibancadas em jogos esportivos, quer acabar com a imagem estereotipada de relacionamento normativo entre homem e mulher, mostrando que há diversidade no amor, e que há várias formas de amar.

No ano passado, a NFL apresentou seu primeiro casal do mesmo sexo a protagonizar um beijo no show do intervalo, e a campanha, produzida em parceria com a AD Council e R/GA, fez tanto sucesso que eles resolveram ampliar a ideia do amor e do beijo em si, e criaram uma versão estendida para o anúncio Love Has No Labels (amor não tem rótulos, em tradução livre).

No vídeo, o primeiro beijo gay é mostrado novamente, em sequencia com o beijo de uma mulher de cadeira de rodas, melhores amigos, um casal inter-racial, e duas mulheres lésbicas, uma delas, sobreviventes do massacre homofóbico de Orlando.

“A Câmera do Beijo tem sido uma parte da cultura esportiva há anos”, diz o texto no início. “Em 2017 ela se torná algo maior”, diz. “Nossa amizade não tem religião” e “nosso amor é maior do que o ódio de qualquer pessoa”, enfatizam. “A mensagem não é política, é apolítica”, disse o diretor executivo de criação da R/GA, Eric Jannon, ao The Wall Street Journal. “Continuaremos abraçando a diversidade, independentemente do que está acontecendo na Casa Branca”.

Assista ao vídeo:

Related Posts

Comentários

Comentário