Esta semana falamos sobre a animação In a Heartbeat, que fala sobre o primeiro amor de um menino pelo seu coleguinha de sala, que terá sua estreia até agosto, e já está causando grande alvoroço na internet. Os personagens LGBTQ+ estão irritando cada vez mais os conservadores com constante inserção deles em produções cujo público é, em partes, infantil.

E grupos homofóbicos, em sua maioria, baseados em preceitos religiosos cristãos, afirmam que produções com personagens LGBT podem influenciar a sexualidade de crianças, mas provavelmente, eles ainda não perceberam que a sexualidade e gênero vêm com a natureza do espectador. Afinal, quantos de nós pertencentes ao vale dos homossexuais conseguimos ser influenciados por cenas de beijo ou sexo heterossexual em filmes e programas de TV?

Os personagens LGBTQ+ em qualquer produção, principalmente, em conteúdos infanto-juvenis sempre tem a função de educar ou conscientizar sobre a existência das diferenças e o seu respeito. Além dessa função primordial, esses personagem ajudam aquele espectador que ainda não se enxerga em personagens que não tem sua sexualidade ou gênero representado.

Toda pessoa LGBT já passou por isso de não se ver representado nas produções e na mídia como um todo. E pensando nisso, o Pink Popcorn fez uma lista com 10 animações que trazem esses personagens diversos e representativos, desde às destinadas ao público juvenil até às que tem classificação indicativa para maiores de 16 anos, para mostrar como se comporta a diversidade de personagens LGBTQ+ nestas produções. Assista!

Related Posts

Comentários

Comentário