Mesmo com alguma representação de personagens LGBT nos jogos e HQ’s, ainda hoje é possível observar como a indústria dos games ignora a diversidade, não só quando falamos em orientação sexual, mas também em etnias.

Como veremos na lista abaixo, muitas vezes os personagens foram criados com determinada sexualidade, mas os estúdios censuraram, seja por achar que o público pudesse rejeitar, ou pelo conservadorismo que também está presente nas corporações do mundo dos jogos.

Com a popularidade maior e cada vez mais abertura para nichos, o cenário vem mudando, e até mesmo a representação de gênero, como as personagens de mulheres passaram a ser melhor apresentadas. Mas ainda está bem longe do ideal.

Selecionamos alguns personagens que já foram cortados dos jogos, ou censurados, devido a sua orientação sexual ou identidade. Algum desses vocês já sabiam? Tem outro que ficou faltando na lista? Escreve aí nos comentários.

Birdo

De acordo com o manual de Super Mario Bros 2, Birdo era um personagem masculino que queria ser feminino, mesmo tendo sido apresentada como namorada do Yoshi.

Ayla

A personagem de Chrono Trigger foi inicialmente decidida como bissexual, mas mais tarde os produtores decidiram mudar e ainda aumentar o apelo de sua sexualidade.

Ash

Em Streets of Rage 3, o personagem tinha hipersexualidade e alguns interpretaram isso de forma ruim, fazendo com que ele fosse retirado.

Gracie e Saharah

Em Animal Crossing, os dois personagens foram cortados porque tinham “comportamento dúbio”. Elas foram transformadas em personagens completamente femininas em outras versões.

Beauty Nova

Em Pokémon X & Y ela foi apresentada como alguém que fez cirurgia para mudar a sexualidade, mas logo os produtores resolveram mudar seu background e isso não foi mais mencionado.

Caina

Na versão japonesa de Wild Arms 2 o personagem foi transformado em uma mulher, já que anteriormente era um homem apaixonado por outro homem.

Yuan

Um dos casos mais famosos é o de Yuan de Shenmue 2. O personagem era representado na dublagem com uma voz masculina e aparência feminina, mas o Japão correu atrás de uma dubladora para refazer tudo.

Hans

Em Bloody Roar a personagem Hans que primeiramente era uma mulher foi mudando de gênero na Europa e na Ásia, e as coisas ficaram tão confusas que ela não apareceu mais.

Vivian

Novamente a franquia Mario trouxe uma personagem transgênero, mas que infelizmente também sofreu censura. Vivian foi totalmente cortada de algumas versões apenas pelo fato de se identificar com outro gênero.

Yosuke

Em Persona 4 você poderia se relacionar com várias pessoas nas linhas temporais, mas implicação de ter uma relação homossexual com Yosuke foi cortada em algumas versões.

Rococco

Em Style Savy, para Nintendo DS, você encontra Rococco em certo ponto do jogo. Ele é um homem que se veste como uma mulher. Na versão japonesa, os pêlos faciais foram retirados, e a voz alterada.

Poison

Um caso famoso e controverso foi o de Poison, personagem transexual originalmente, mas que a Nintendo tentou esconder, forçando a Capcom mudar cada mais as versões e nuances dos traços para que isso não fosse aparente.

Com informações do Observatório do Cinema.

Related Posts

Comentários

Comentário