Se hoje ainda há preconceito quando o assunto é o HIV/Aids, imagina nos anos 80, onde a desinformação e a discriminação andavam juntas!

Na última semana, o príncipe Harry fez um discurso emocionado sua mãe, a princesa Diana durante a premiação do Virgin Holidays Attitude. O irmão de William elogiou toda a dedicação de Diana a causas ligadas ao HIV e a quebra da barreira em torno da doença, afirmando que tanto ele com o irmão eram “orgulhosos”.

“Ela sabia que a Aids era uma das causas que muitos ignoravam e que à parecia uma causa perdida”, disse. Harry considera ainda importante reforçar que Diana combateu toda a falta de informação da população. “Ela sabia que havia uma grande ignorância quanto à doença considerada relativamente nova e que isto criaria uma situação perigosa quando cruzada com a homofobia”, conta.

Harry, de 33 anos, terminou o seu discurso dizendo: “o William e eu estamos muitíssimo orgulhosos do que a nossa mãe conseguiu”.

De acordo com Harry, sua mãe aproveitava toda a sua exposição midiática para dar atenção ao que realmente devia ser visto e ouvido. “Ela usava a sua posição de Princesa de Gales – a mulher mais famosa do mundo – para desafiar toda a gente a educar-se; a mostrar a sua compaixão; e a chegar àqueles que precisavam de ajuda em vez de os colocar de lado”, defende.

Apoio necessário

Após 20 anos da morte de Diana, muitos jovens hoje desconhecem o que ela representou para toda a sociedade e o que seus posicionamentos causaram à Coroa britânica. Para Elton John, amigo da princesa, seu apoio foi fundamental para garantir a dignidade das pessoas que conviviam com o HIV e com os gays que eram estigmatizados pela doença.

“A Aids era considerada uma ‘doença gay’ e – para alguém na Família Real, uma mulher, heterossexual – ter alguém se importando, do outro lado, foi um presente incrível”, declarou o cantor ao olhar fotos das visitas surpresas de Diana para as vítimas da Aids nos anos 1980, durante a exibição do documentário Diana: Our Mother.

Assista ao vídeo do discurso:

Related Posts

Comentários

Comentário