Para mostrar que todos e todas merecem a mesma visibilidade dentro da comunidade LGBT, os youtubers do Vale se reuniram mais uma vez para criar uma playlist sobre Visibilidade Bissexual. Dentre eles, um vídeo mais do que especial do Pink Popcorn, com 10 filmes com temática e personagens bissexuais.

Um padrão foi observado dentre esses filmes: a maioria apresenta um triângulo amoroso ou um trisal para contar uma história bissexual. São poucos os filmes com a temática que abordam um personagem bissexual solteiro (talvez pelo fato, também, de que a maioria dos filmes aqui são romances). Confira a lista:

1 – Imagine Eu e Você (2006)

O primeiro filme da lista é um clássico dentre os filmes lésbicos, porém o que muita gente não percebe é que o filme começa de uma forma “muito bissexual”. No enredo, Heck e Rachel formam um casal muito feliz. No dia do seu casamento, Rachel conhece a florista Luce e sente uma forte atração por ela. Ao se reencontrarem, a amizade entre as duas cresce tanto quanto as dúvidas de Rachel em relação ao marido.

Ao saber que Luce é lésbica, sua vida vira do avesso. Rachel vai tentar se adequar à sexualidade que acabou de descobrir e isso não será muito fácil para ela. Ela tem problemas de aceitação constantemente até mesmo sobre a ideia de ser bissexual mas, vai por mim, esse filme tem um final emocionante.

2 – Amores Imaginários (2010)

Francis e Marie são amigos inseparáveis. No entanto, suas vidas mudam quando conhecem Nicolas, charmoso rapaz do interior que acaba de se mudar para Montreal. Um encontro se sucede ao outro e os três logo se
tornam um grupo inseparável.

Mas Francis e Marie, ambos apaixonados por Nicolas, desenvolvem fantasias obsessivas em torno de seu objeto de desejo comum. À medida que atravessam as típicas fases da paixão, embarcam numa verdadeira disputa pela atenção do rapaz, comprometendo sua antiga amizade. Eu dUvido que você gay nunca dividiu o boy magia da escola com a sua melhor amiga!

O filme é o segundo do diretor Xavier Dolan, do aclamadíssimo Eu Matei Minha Mãe. Suas produções ainda não são maduras com relação ao roteiros, sequência narrativa, mas são impecáveis na fotografia e direção de arte.

3 – Paraísos Artificiais (2012)

Ambientado nos anos 2000, Paraísos Artificiais conta a história de amor de Nando e Érika. O filme é narrado em três atos: o primeiro se passa em Amsterdã, para onde Nando viaja com seu amigo Patrick e conhece Érika, DJ internacional; o segundo, alguns anos antes, em uma rave na beira do mar; o terceiro, se passa no Rio de Janeiro, cidade natal de Nando, quando ele enfrenta problemas com seu irmão mais novo, Lipe.

Esse filme brasileiro ambientado no Rio de Janeiro, Pernambuco e Holanda consegue imergir no universo das raves de forma que o espectador se sente dentro das festas que os protagonistas participam. O enredo tem muito mais haver com consumo de drogas ilegais e festas do que a própria sexualidade dos personagens, mas cena ou outra, dá pra ver a dá pra ver que a Érika também se relaciona com outra garota além do Nando.

4 – Triângulo Amoroso (2010)

Essa é a história do casal de meia-idade, Simon e Hanna que vive em Berlim e, simultaneamente, se apaixona e se envolve com o mesmo homem. No entanto, quando Hanna fica grávida, surge a pergunta que irá mudar
o relacionamento de todos: “quem é o pai?”

E não pense que eles vão formar um trisal como estão se formando vários hoje em dia não. O enredo apesar de bem dramático, é também cômico porque a Hanna não sabe de início que o amante dela é bissexual e tá ficando com marido dela, e nem o marido dela sabe que o amante dele tá ficando com ela. Imagina que confusão isso vai dar?

5 – Vicky Cristina Barcelona (2008)

Vicky e Cristina são amigas e passam férias em Barcelona. Vicky está noiva e é sensata nas questões do amor. Cristina é pura emoção e movida a paixão. Durante uma exposição de arte, as duas se encantam pelo pintor Juan Antonio, que as convida mais tarde, durante um jantar, para uma viagem.

O que elas não sabiam é que o galante sedutor mantém um relacionamento problemático com sua ex esposa Maria Elena. E as coisas ainda ficam piores porque as duas, cada uma de sua forma, se interessam por ele, dando início a um complicado “quadrado” amoroso.

Com a direção de Woody Allen, o enredo é brilhante mostra personagens muito bem resolvidos com o que querem. Alguns dizem até que esse é o filme mais sexy que o diretor já fez.

Gostou das indicações?! Então confira a lista completa no vídeo do Pink Popcorn, que tem muito mais!

Confira também a playlist especial para a visibilidade bissexual no YouTube:

Related Posts

Comentários

Comentário